O ‘ano D’ do luxo

Como num teatro de operações de guerra, as marcas de luxo tem diversas frentes de batalha para lutar em 2017. Veja os cinco embates mais importantes a serem travados no ano que começa agora.

1. O front digital
Não tem jeito: boa parte das marcas de luxo ainda não está inseridas – e/ou de forma adequada – ao ambiente digital. Esta é uma luta perdida para elas, vaticinadas a perder a guerra por novos e conectados clientes. Ser ‘phygital’ é a única tática aqui e agora. É preciso encantar digitalmente para efetivar resultados (vendas) fisicamente.

2. A batalha pela relevância
Empresas que interferem consensual e diretamente na vida dos clientes tendem a vencer. Neste campo, vale incrementar serviços, associar valores, buscar propósitos reais que as diferenciem das concorrentes. A lógica do consumo mudou, está infinitamente mais complexa. É fundamental amplificar as ações para se ganhar este combate.

3. A conquista dos millenials
Como uma tropa poderosa e neutra, os cobiçados millenials parecem pouco dispostos a entrar na zona de consumo de luxo. Marcas e velhos conceitos, nada disso os estimula a sacarem seus cartões de crédito. Criar experiência genuínas e exibir menos logomarcas é o primeiro passo para se conseguir alistar essa turma para a sua operação.

4. A retomada do desejo
Em um mundo imerso em uma crise sócio-econômica, sobretudo em países emergentes – Brasil incluso –, gerar desejo ante ao mal-estar pode ser uma tarefa inglória. Como estimular o sonho em um ambiente de pesadelo? A resposta estratégica pode estar em um combate mais corpo a corpo, uma busca pelo cliente em casa, com serviços e atendimento sob medida à vontade do comprador.

5. O dia D do luxo
Desembarcar em novos mercados requer estratégia cirúrgica. Brasil e, mais recentemente, a China viram chegadas ambiciosas de muitas marcas que, sem estudo prévio, tiveram de bater em retirada ante às dificuldades do campo de batalha local. Executivos nativos, inside information, inteligência de ocupação do espaço, tudo isso é fundamental para quem busca conquistar novos mercados.

(Fabiano Mazzei é diretor e fundador do portal Business Luxo)