Terraços Marinhos: Sol, mar e R$ 800 mil/ano

Família que investiu R$ 8 milhões em propriedade no sul da Bahia, cria pousada de luxo e tem payback de 10% ao ano.

Em 1997, quando comprou o terreno de 150 hectares entre o mar e a lagoa de Cassange, na Península de Maraú, ao sul da Bahia, o executivo da área da infraestrutura, Mário Canavarro Batista, imaginava curtir  o lugar com a família. Um pedaço de paraíso forrado de coqueiros, banhado por um mar límpido e acalentado pela brisa constante, destino perfeito para passar o verão com os filhos.
Dito e feito. Coube a um deles, o engenheiro civil Alexandre Batista, a missão de construir o repouso dos Canavarro Batista em meio ao coqueiral. Mas o potencial do lugar pedia mais. Não tardou para a casa de veraneio se tornar uma espécie de “bed&breakfast” de luxo para os amigos, com diárias a cada verão mais concorridas. Foi, então, que a família decidiu expandir.

Raia semi olímpica de 25m é um dos destaques da pousada, no sul da Bahia

Raia semi olímpica de 25m é um dos destaques da pousada, no centro-sul da Bahia

Os quatro quartos viraram duas imensas suítes, outros dois novos dormitórios com vista mar/lagoa foram construídos, além de mais seis bangalôs exclusivos e com piscina privativa. Tudo decorado pela mãe de Alexandre, Elizabeth, numa solução caseira e de muito bom gosto. Nascia assim, em 2009, a pousada Terraços Marinhos.

Suíte em um dos seis bangalôs do Terraços Marinhos

Amplas suítes do Terraços Marinhos contam com vista para a lagoa e para o mar

O terreno com preço atualizado e toda a infraestrutura implantada até 2012 – o que inclui ainda duas piscinas comuns, quadra de tênis, bares e restaurante – custaram cerca de R$ 8 milhões. Funcionando a pleno vapor, a pousada chega a render R$ 800 mil/ano, ou seja, 10% do investimento total.
“Mas é uma propriedade de valor incalculável, pela diversidade da biosfera que temos lá”, explica Alexandre, que dirige a pousada. Com diárias entre R$ 600 a R$ 800, e 30 funcionários na alta temporada, o negócio segue sua curva de faturamento ascendente. “É um caso clássico de casa de família que virou um ótimo negócio”, conclui o diretor.
Veja mais fotos da pousada Terraços Marinhos na página de Business Luxo no Facebook. Clique aqui.

(Da Redação|SP)